A PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUISTICA INTEGRATIVA

A PNL Integrativa além de ser um modelo prático para desenvolver excelência em qualquer campo de interesse em sua vida profissional ou pessoal, ela é acima de tudo isso um Modelo de Comunicação extremamente eficaz para aqueles que desejam se destacar no mercado.

Vários outros modelos estarão sendo apresentados como: Modelos do funcionamento do nosso sistema corpo-mente-espírito. Modelo de mapeamento e modelagem de informações. Modelo para levantamento de recursos para gerenciamento de estados. 

Blander e Grinder foram os precursores para o desenvolvimento do padrão de linguagem que conheceram  de Fritz Perls (Guestalt Terapia), Virginia Satir (Terapia Familiar Sistêmica) e de Milton Erickson (Hipnose Ericksoniana). A partir desse trabalho escreveram o livro A Estrutura da Magia vol. I e II (1975 e 1976, respectivamente).

Ao utilizar a PNL Integrativa você terá as mais satisfatórias experiências, independente das condições externas. Quem utiliza a PNL Integrativa conseguirá seus objetivos com mais facilidade e com mais prazer por utilizar de forma poderosa os seus pensamentos, sentimentos ações e a comunicação.

A PNL Integrativa funciona de modo que você consiga acessar os seus recursos da mente inconsciente via sistema nervoso, usando técnicas que modificam e otimizam a codificação cerebral das experiências, focalizando  em mudanças específicas e mensurável.

A abrangência da PNL Integrativa é ilimitada porque pode ser utilizada de maneira flexível adaptando-se a qualquer indivíduo, organização ou cultura, pois leva em consideração as diferenças entre modelos de mundo de cada um, respeitando-as e trabalhando com abordagens e enfoques adequados às questões envolvidas onde e quando se deseja mudança ou melhoria.

Por que o nome de PNL

PROGRAMAÇÃO: Todos nós temos programas para realizar todas as nossa atividades do dia a dia. Esses programas são sequências codificadas e padronizadas de pensamentos e comportamentos, que produzem os resultados que temos na nossa vida, independente se gostamos ou não desses resultados. É importante que tenhamos conhecimento desses programas e verifiquemos quais são adequados nesse momento da vida e quais já são ultrapassados. Isso é importante porque esta “programação” produz todas as nossas estratégias de funcionamento e isso resulta nas nossas habilidades, nossos dons, nossos hábitos, entre outros. Significa que se não tivermos um olhar para os nossos programas e não o atualizamos, podemos perder em nossa vida muitas oportunidades.

NEURO: Tudo que temos armazenado no nosso sistema nervoso voluntário e independente é processado por meio dos nossos cinco sentidos: Visual, Auditivo, Cinestésico, Olfativo e Gustativo. Por esses sentidos vamos criar o nosso mapa de mundo e vamos agir nele de acordo com as conexões neuronais que temos. Se alguma dessas informações captadas pelos sentidos foi armazenada de forma equivocada, ou se os significados dados a essas percepções estiverem distorcidas, a pessoa pode estar sendo enganada por esse armazenamento equivocado e até que tenha consciência dessas informações pode estar fadada a viver uma vida de sofrimento e enganos, que podem estar tão somente sendo produzido pela mente e não pela realidade em si. Quando a pessoa tem conhecimento e consciencia desses programas já existentes, podem explorar suas estruturas e modificá-las. Essa estrutura neuronal inicia-se desde a concepção e até os sete anos de idade você terá desenvolvido 86% dos seus mapas mentais e estratégias, até os dezoito anos 93% a 95% e você terá 5% de oportunidade para revisar esses programas ao longo da sua vida. O neuro da PNL refere-se como cada pessoa usa a sua neurologia para traduzir a experiência em processos de pensamento, em nível consciente e inconsciente, abrangendo a fisiologia corpo, mente e espírito. Quando se toma maior consciencia de tudo isso, é possível administrar sua própria neurologia.

LINGUÍSTICA: Para criarmos o nosso mapa de mundo utilizamos dos significados que criará um território com mapas simbólicos. Para que isso aconteça utilizamos as mais altas funções do neocórtex cerebral, que é uma característica dos humanos, é isso que permite que utilizemos desses símbolos para criar a linguagem e mapear tudo que vivenciamos linguisticamente. Isso nos possibilita codificar, organizar e dar significados às nossas representações sensoriais, usando categorias abstratas. Para isso criamos padrões de linguagem que vão expressar o que somos e o que pensamos, essa linguagem está diretamente ligada à nossa percepção. E é dessa maneira que podemos nos comunicar consigo mesmo e com os outros. O grande problema é que a utilização de símbolos na linguagem faz com que cada pessoa interprete esses símbolos a seu modo, e num diálogo podemos imaginar que o outro está entendendo perfeitamente o que estamos falando. Mas o que realmente acontece é que o símbolo dá o significado a cada pessoa de acordo com a sua vivência e isso pode ser bem diferente. É dessa forma que descobrimos que o dicionário Aurélio não funciona na comunicação, uma palavra poder ter significados diferente para cada pessoa, e se você não aprender a fazer essa decodificação é  muito provável que esta tendo grande problemas de comunicação.

Quando todas as pessoas tiverem acesso ao conhecimento do funcionamento neurolinguístico nós teremos um mundo mais misericordioso, sem julgamentos, sem condenação, sem certo e errado. Saberemos identificar os elementos que faz com que a pessoa pense, sinta, fale e aja de determinada forma que pode ser diferente da minha forma. Assim aprenderemos a respeitar e a ser solidários uns com os outros. Dessa forma será muito difícil que alguém manipule alguém, por que seremos capazes de reconhecer o que está por trás de um discurso, de um comportamento e de uma expressão.

Aproveite essa oportunidade de mudar o seu mundo interno e ser mais solidário com o mundo externo.

Vamos fazer desse curso uma grande diversão.