Você Não Existe!

 

Quem já foi nos meus cursos e não ouviu essa loucura?
Acredito que uma das perguntas que mais fazemos a nós mesmos tem a ver com quem somos.

 

 

 

 

Dr. Wayne Dyer respondendo a essa pergunta para si mesmo, depois de muitas investigações, diz que ele é uma peça da fonte divina disfarçada. Com isso ele quer dizer que nos disfarçamos de pais, de filhos, de médicos, de psicólogos, de coache, de treinadores.

Mas porque desses disfarces?
Um dia perguntaram a Santa Madre Tereza de Calcutá: o que voce faz dia após dia? E ela respondeu: eu vejo Jesus Cristo em todos os seus disfarces.

Mas muito mais intrigante a busca pela resposta de “quem eu sou?”, é uma outra pergunta: De onde eu venho? Não há nada mais intrigante e mais difícil só de imaginar, que viemos de nossos pais. Quando olhamos para essa fonte misteriosa, segundo os cientistas, a vida surge de uma minúscula parte que só se pode ver no microscópio.

E nesse momento de surgimento da vida, por mais micro que seja, temos tudo que precisamos para fazer essa nossa viagem física. Temos nos nossos genes tudo o que irá se expressar: a cor do cabelo, a nossa altura, a cor dos olhos, o formato do rosto, tudo está aí.

Agora, se você mudar o seu modo de olhar para isso, mudará a sua percepção sobre tudo isso.
Ao que estávamos sujeitos antes?
Vamos voltar ao ponto do microscópio, lá no início.

Esse é o instante mágico, o estante milagroso do início da existência de cada um e tudo que precisamos simplesmente está aí à disposição.
Quando os cientistas colocam no microscópio essa origem do ponto do surgimento da pessoa humana ele se depara somente com moléculas, quando ampliam um pouco mais vão encontrar as partículas e avançando um pouco mais encontram tão somente espaços vazios.

Você sabe o quanto esses cientistas são insistentes e é lógico que avançam ainda mais e nesse momento encontram os átomos e é claro que não se satisfazem e ampliam ainda mais e o resultado agora é mais espaços vazios, muitos espaços vazios e nominam isso de prótons, elétrons, nêutrons e quantum . A busca não para aí, seguem em direção da fonte de onde viemos. E o que eles veem? Mais espaços, mais partículas, amplia-se ainda mais, se faz necessário para os cientistas encontrar essa informação. Ampliam mais e encontram mais partículas e se deparam com os quantuns as partículas minúsculas, e qual a fonte dessas partículas. Começam a estudar essas minúsculas partículas, e algo realmente incrível acontece, algo inexplicável, algo mais estranho que se pode pensar. Aquelas minúsculas partículas somente pelo fato de o observador observar a partícula se altera e torna outra coisa. O simples fato de ver as coisas por outro ângulo muda tudo.

É claro que os físicos não se deram por satisfeitos. Decidiram pegar um acelerador de partículas, aceleraram elas por quatrocentos mil quilômetros por hora fazendo que as partículas se chocasse.

O que acontece? Para surpresa dos cientistas!

Não encontram nada. Porque? Por que o ponto de onde procedemos se origina em um campo de energia. Essa energia não tem princípio e nem fim, ela tem um potencial infinito. E nós chamamos de Deus. O chamo dessa forma porque a minha filosofia é cristã.